Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Piraju, 21 de outubro de 2017



Imagem Noticia para indexar no facebook
Data: 28/06/2017 Hora: 13:37:41
Bergamini questiona Administração Pirajuense sobre a destinação do lixo orgânico no município

Por Cristiano Amorim

O Vereador Denílton Bergamini elaborou um requerimento na Sessão de terça-feira (27) solicitando informações do Executivo sobre a destinação dos resíduos em Piraju. Na propositura questiona qual o valor a ser pago pelo município a empresa que receberá os resíduos, as quantidades previstas para o transbordo deste material e quais serão destinados?

Também quero saber o encaminhamento dos resíduos coletados pelo município, como: entulhos de construção, orgânico, galhos verdes, gramas, socas de estufas, madeiras, eletrônicos, embalagens de produtos tóxicos. "Indago se o triturador de galhos existente no Departamento da Administração está sendo utilizado, pois chegou ao meu conhecimento que houve conversa com empresário do município para parceria da coleta e destinação do lixo orgânico, galhos verdes, socas de estufas e gramas produzidos no município, mas até o momento não temos informação se houve interesse por parte da Administração", questiona Denilton Bergamini.

O Presidente da Câmara ainda salientou que o empresário proprietário da BIOTUBE Ambiental Eireli, já vem a certo tempo tentando estabelecer parceria junto ao município de Piraju quanto ao recebimento dos resíduos orgânicos. No entanto, após ultimas conversas houve por parte da Administração o interesse momentâneo, mas não seguiu adiante.

"Até o momento nada vem acontecendo com relação a este importante assunto de interesse global que é a destinação correta e consciente dos resíduos sejam eles sólidos, líquidos ou gasosos que tanto vem sendo discutido na atualidade, bem como as possibilidades de reciclagem. Sem contar ainda que acredito, se conseguíssemos nos fortalecermos em parceria local, poderíamos quem sabe alcançar fortalecimento regional fazendo com que pudéssemos vir a ser um pólo via AMVAPA e consequentemente a geração de empregos no próprio município", argumenta. 


melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior