Seu browser não tem suporte ao JavaScript!
Recursos de
Acessibilidade:  
Tecle Alt+1 : ir ao conteúdo Tecle Alt+2 : ir ao mapa do site Texto menor Texto maior Contraste                 
Piraju, 14 de dezembro de 2017



Imagem Noticia para indexar no facebook
Data: 27/09/2017 Hora: 23:05:29
Câmara aprova majoração da CIP, mas cobra qualidade na iluminação pública de Piraju

Com a presença de poucos populares foi realizada na noite da última terça-feira (26) a 31ª Sessão Ordinária na Câmara de Piraju. Todos os Parlamentares compareceram aos trabalhos e na pauta alguns Projetos do Executivo, como por exemplo, o de nº 63/2017, que altera a Lei 2.918/05 que institui a contribuição para o custeio do serviço de iluminação pública. Segundo a justificativa da Administração, atualmente o município gasta R$ 1.358.653,94 (Um milhão trezentos e cinquenta e oito mil, seiscentos e cinquenta e três reais e noventa e quatro centavos), gastos com o sistema de iluminação pública do município de Piraju, referente ao exercício anterior. 

Para se ter uma ideia, somente R$ 824.039,29 (Oitocentos e vinte quatro mil, trinta e nove reais e vinte e nove centavos) foram suportados pela Contribuição de Iluminação Pública - CIP. A diferença do montante foi de responsabilidade do município, ou seja, a Prefeitura teve que arcar com recursos próprios o valor de R$ 534.685,27 (Quinhentos e trinta e quatro mil, seiscentos e oitenta e cinco reais e vinte sete centavos). 

A Prefeitura propôs a alteração do percentual estabelecido de 70 para 100% dos custos do sistema para apuração da CIP a partir do próximo exercício financeiro, com base nos custos que deverá ser apurado no período de dezembro de 2016 a novembro de 2017. Esta propositura foi muito bem discutido e por 9 votos favoráveis apenas um ao contrário (Leonardo Tonon) o referido Projeto foi aprovado. 

De acordo com o diretor Administrativo da Prefeitura de Piraju, Paulo Sara a taxa do reajuste poderá chegar até R$ 3,00 (CIP), dependendo do calculo no próximo ano. Mas, com aprovação deste Projeto é o fôlego financeiro que a Administração terá para melhorar o sistema de iluminação pública, inclusive com o aumento dos dias de manutenção previsto para ocorrer a partir de novembro. Outro avanço segundo a Prefeitura será a troca do sistema de lâmpadas de vapor de sódio para LEDs. A meta é que até 2019, todo o sistema de iluminação seja alterado por este modelo, o que possibilitará mais econômica, durabilidade e qualidade na iluminação pública.

A Prefeitura empenhou em 9 meses o valor de R$ 848 mil, a título de iluminação pública. Se dividir por 14.729 imóveis, dará um valor mensal de R$ 6,39 para cada residênica.


melhor utilizado Firefox - Chrome - Ie9 ou superior