Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Piraju, 19 de julho de 2018



Data: 10/04/2018 Hora: 13:25:40
Comissão acata denúncia para afastar vereador Donizetti Cassanho da CP contra Prefeito de Piraju

Por Cristiano Amorim

Foi protocolada na Câmara de Piraju na tarde da última segunda-feira (9) uma denúncia pedindo a "Suspeição ou Impedimento" do Vereador Donizetti Cassanho, na Comissão Processante que investiga eventuais irregularidades cometidas na Administração de José Maria Costa. O pedido segundo o advogado Glauco Montilha surgiu após Cassanho declarar em entrevistas nas emissoras radiofônicas de Piraju, que foi convidado pela Administração para assumir a chefia do setor de transportes da Prefeitura. Tal procedimento de acordo com o denunciante poderá influenciar na votação do relatório emitido pela CP. Entretanto, Donizetti salientou na Imprensa que não será influenciado e descartou o convite para aceitar a chefia.

O pedido de Suspeição foi acatado pelo presidente da Comissão Processante, João Luciano e o relator Leonardo Tonon. Na Sessão Ordinária desta noite de terça-feira (10) o Presidente da Câmara, Denilton Bergamini vai realizar um novo sorteio para substituição do membro ora denunciado. Em paralelo foi requerido ao Presidente da Casa o impedimento de Cassanho na votação da Sessão, que será apresentado o relatório final. A denúncia ainda pede que seja convocado o suplente do partido MDB, para participar da votação. Todavia é importante frisar que este procedimento passará por decisão do plenário.

Se afastado por maioria simples (seis votos), vale ressaltar que o Vereador Donizetti Cassanho poderá entrar com recurso na Comissão de Justiça pleiteando o direito de votar na Sessão. De outro lado é importante frisar que a Comissão Processante tem o prazo até 23 de abril para apresentar o relatório final dos trabalhos investigativos, seja pelo arquivamento ou pedido de cassação do Prefeito José Maria Costa.

Denúncia

A denúncia foi apresentada pelo ex-funcionário Maurício Garcia contra José Maria em dezembro do ano passado. Segundo o denunciante, Maurício Aparecido Garcia, o Executivo pagou de forma indevida um exame médico no Instituto de Cardiologia de Ourinhos (ICO) no valor de R$ 380,00, a Dulcinéia Antonia de Oliveira Cury, esposa do ex-diretor de Engenharia na época, Ricardo Cury.

Na segunda denuncia, Maurício afirmou que o Departamento responsável pela manutenção dos veículos do município fez requerimento ao Chefe do Poder Executivo, para que fosse realizada compra de um "para-brisa", para o ônibus de transportes de pacientes CPV 8034, uma vez que se encontrava quebrado. Consoante documentação obtida junto ao departamento de saúde verificou-se que a aquisição do para-brisa foi autorizada pelo ordenador de despesas. No entanto, em uma manobra ilegal e imoral, foi realizado o pagamento sem que fosse entregue o objeto do contrato.

O Prefeito José Maria foi ouvindo na última quarta-feira (4) pelos membros da CP.

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 10-04-2018 13:25:40